quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

E agora...2010!

Queridos e queridas deste mundo, que tenham um óptimo ano de 2010 e tudo e tudo e tudo de bom! Se o mau vier...well, façam dele algo bom.
E eu despeço-me de 2009, deixo o meu trabalho de babá de duas cadelas ciumentas e mimadas...e vou para a festa. Ano novo, vida nova...mas há coisas que nunca mudam... Por isso, eu vou a todas!
Divirtam-se, bebam champagne ou o que quiserem, comam, não comam, vão para discotecas, casa de amigos, bares, restaurantes, bailaricos da paróquia...O que interessa é que festejem!

2009

Amigos que se perderam. Laços que se estreitaram com outros amigos. 14 que ganhei. Algarve. A gargalhada da E. A espontaneidade da V. O gozo em viver a vida da R. A lógica da S. Muitas festas e o "eu vou a todas". O Altar e noites para esquecer. O Altar e noites para relembrar. A Serenata. O cortejo. O L. A desconfiança e a desilusão. Mas ainda assim alguns momentos para relembrar. O traje. A G. A Faculdade. A cirurgia ao joelho. O P. As duas MJ e a C. Os Pedros. Risadas incontroláveis nas aulas. O sempre querido C. e os cafés no Angels. As discotecas. Os "pêgos". A Torreira. O Mercador de Veneza e Breve Sumário da História de Deus. A Queima. O Arroz. A Minnie. A mãe. A avó. O P. e a E. Os jantares com as amigas. As conversas. As confissões. Os livros. O papel e a caneta. A T., a Mary Anne, o Chico e o G. A t-shirt azul. Os projectos. A amêndoa amarga. Os exames. Eu própria.
Se 2009 foi assim...espero que 2010 seja tão bom ou melhor!

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

É o penúltimo dia do ano...

e eu vou passá-lo no Altar com a M., o A. a Miss Bright Side e o Ferdinand. E isto porque para eu ir a todas, alguém tem de ir comigo a todas! Por isso, cá está o vídeo que faltava neste blog!


segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Natal 2009

Eh pá, já estou farta de ler por aí nessa blogosfera toda a gente a fazer a lista das prendas que recebeu. Portanto, tal como a Carrie no episódio "a women's right to shoes", eu reivindico o direito de expor para quem quiser ler tudo aquilo que as pessoas (fofas) decidiram oferecer-me. Ora cá vai:

- O Vencedor está só, de Paulo Coelho (by colegas do trabalho da Mum);
-caixa de sais, cremes e etc. (by Dad);
-caixa de maquilhagem (by Mum);
-caixa de gomas da Hello Kitty (by Mum);
-vestido azul escuro (by T., Mary Anne, L. e P.);
-vestido preto (by madrinha - eh eh eh);
-luvas castanhas (by T., Mary Anne, L. e P.);
-puff da Hello Kitty (by Mum);
-t-shirt Stradivarius (by R. e S.);
-vestidinho preto H&M + sapatinhos H&M (de mim para mim);
- e por fim...a módica quantia de 120 euros (mais a transferência bancária que há-de vir - by Mum e Avozinha, of course).


E pronto, já estou feliz por ter exposto a minha vida aqui!

sábado, 26 de dezembro de 2009

Isto deve ser depressão pós-Natal. Para além de estar com os sonos trocados, de ter passado o dia enrolada em cobertores a consumir exageradamente séries da FOX e do AXN, senti-me mal de sapatilhas. Nos primeiros 5 minutos em que as voltei a calçar, a sensação foi esquista. Fizeram-me falta os saltos altos. E muito. Como se já não bastasse isso, fui tomar café. Quer dizer, eu supostamente fui tomar café. Cheguei lá e só me apeteceu voltar para casa. Odeio aquela sensação de "I don't belong here". Acho que foi isso que me aconteceu. E é esquisito. Conheço toda a gente que lá estava, mas só um deles é que é meu amigo. E isso fez toda a diferença.
E agora como consequência, a Passagem de ano não me cheira que vá ser passada com esse pessoal. Acho que me vou sentir desconfortável. E pra isso mais vale ficar sossegadinha em casa a beber champagne e a ver o Goucha e a Júlia na TVI.
A bem dizer, eu queria era mesmo começar o ano no Altar, muito ao estilo "Eu vou a todas"!

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

A minha mãe enganou-me bem... A prenda surpresa não era o livro que eu queria, mas sim uma caixinha de maquilhagem! Thanks, mum!
Feliz Natal a todos! Sim, já abri as prendinhas, gostei muito do facto de ter mais 3 vestidos novos! Por agora,desejo a todos que por aqui passam uma continuação de boas festas!

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

2+2=4

Duas pessoas que se estão a conhecer e têm o mínimo interesse uma na outra...eh pá, que figurinha! (E isto porque lá vai a Voluptia ler registos de MSN antigos e dá de caras com uns ficheiros. Abre e pensa: EU ESTAVA TÃO FORA DA GRAÇA DO SENHOR! Mas é que estava mesmo. Até tenho vergonha de copiar para aqui coisas tão... descabidas. E isto porque no final deu para o torto. Mas acho que eu é que saí a ganhar.)

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Pai Natal,

já estive ali a cuscar as prendas ao pé da árvore e há ali uma que é surpresa e é pra mim. Gostava tanto que fosse o Caim, de José Saramago...Será?

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

É oficial

Entrámos, cá em casa, em Modo Natal. Ora o modo Natal é activado sensivelmente uns dias antes da dita data e é simbolicamente assinalado com a confecção dos bolos de folha. Lembro-me de ser miúda e de desesperar para ajudar a minha avó a estender a massa, a derreter manteiga. Lembro-me de a ver a pé às 8 da matina para começar a árdua tarefa de cozer aquela bomba calórica deliciosa. Para quem não conhece, o bolo de folha dá uma trabalheira desgraçada. Tem de ser feito "folha a folha", levando duas colheres de manteiga derretida e açúcar q.b. para cobrir a massa e assim sucessivamente. Hoje foi a data. O último de 3 bolinhos saiu do forno há 10 minutos. Realmente, há coisas que nunca mudam. A minha avó continua a olhar para eles e a dizer "Lindo, filha! Este ficou lindo!"
E eu, imbuída destas luzinhas a piscar, dos presentes embrulhados ao pé da árvore, parece que também já estou a activar esse modo em mim. É espectacular ouvir-me cantar músicas de Natal (atenção! Evoluí de "Pinheirinho, pinheirinho de ramos verdinhos" para "All I want for Christmas is youuuuu" - a idade a isso obriga) logo que acordo, a falar de como será a noite de 24, o dia 25 inteiro com o maravilhoso e tão aguardado peru da tia Paula (nhamy...só de pensar!) com castanhinha, ananás, batata palha e arrozinho branco; a pensar no que farei com a família, se jogaremos à sueca, se veremos Fox e AXN o dia todo. Parece-me que este ano vai ser ver-nos alapadinhos no sofá, cada um com o seu portátil nas pernas, tv ligada (e provavelmente uma kizomba de pano de fundo...), qualquer coisinha pra comer e pra beber...enquanto o resto do pessoal conversa sobre assuntos eruditos.
E tudo isto me faz lembrar que, para além desta parte cool, vou ter de ouvir discursos sobre bacalhaus, cenouras e batatas para descascar, polvo para cozer,couves, ovos. Vão-me falar de doces,de bolos, de vinhos. A minha mãe, alheia a tudo o que se passará na cozinha, vai-me falar de ir dar as voltas, como ela diz. Isto é, fazer distribuição de presentes pelas casas de amigos e familiares.
E por falar em presentes, acabei de me lembrar que só comprei o meu. Amanhã lá estarei, tal princesa guerreira, a enfrentar o frio e a chuva na Baixa para comprar as prendinhas para a mamã, a avozinha, a R. e a S. (Thank God que já despachei as prendas da A., da J. e da Miss Bright Side! E ainda bem que a do daddy e do maninho também já estão resolvidas). Se entretanto me lembrar de mais alguém, pode ser que ainda traga mais alguma coisa.

Eu tenho três amores*

E esses amores são a Miss Bright Side, a J. e a A. Ora eis que sexta-feira tivemos um jantarinho de Natal com direito a troca de prendas. O facto curioso é que ficou mais que provado que nos completamos nos presentes que trocamos e que, acima de tudo, temos bom humor. O exemplo é simples:
- a Miss Bright Side ofereceu-me uma botija de água quente com um coração. Diz ela que é pra eu usar na falta de alguém para me aquecer os pés;
-a A. ofereceu-me uma máquina fotográfica descartável. Diz ela que eu vou a todas e que só gosto de fotos (a segunda razão fica pra nós);
- a J. ofereceu-me um coisinho cujo nome não sei que é constituído por uma esfera com furinhos nos quais se encaixam arames com molas na ponta que dão para prender papéis e fotos (shit, deve ser a pior descrição de um objecto que fiz na vida!), para além de uma palhinha personalizada igual para as três.
Abrimos logo aquilo, rimo-nos imenso, bebemos um belo vinho, um belo safari laranja e uma bela amêndoa amarga. A noite estava um gelo, mas as palavras trocadas tornaram-na, sem dúvida, muito mais acolhedora.
*Eu não tenho só 3 amores. Tenho muitos mais. Estes foram os amores de sexta!

Breve Sumário da História de Deus


Hoje foi dia de teatro. Voluptia e Miss Bright Side, ambas belas e enregeladas, foram ao TNSJ. Último dia de espectáculo. A sala não estava cheia, mas a qualidade de interpretação daqueles actores preencheu os espaços em branco. Cenário simples, tons de madeira clara e branco; um jogo de luzes brilhantemente arquitectado. Do texto já nem se fala. É Gil Vicente e é incontornável. Contar a história de Deus através dos tempos, desde os primórdios da criação. Adão e Eva; Lucifer e Satanás; Abel, Job, Isaías, Mateus. O Tempo, o Mundo e a Morte como forças centrais. E claro, Jesus Cristo. Sinceramente, gostei. Gostei do cenário, dos figurinos, da sonoplastia, da iluminação. Gostei de rever o Pedro Frias e o Pedro Almendra (que já tinha visto n' O Mercador de Veneza). Mais uma tarde bem passada. É sempre um prazer ir ao teatro. Este ano fui três vezes. Está a melhorar. Seria óptimo repetir a façanha em 2010.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Porquê, mundo, porquê?

Já não basta uma pessoa enrolar-se toda no fio do telemóvel que está a carregar e ainda tem de levar com o dito no pé, descobrindo que afinal um LG pode ser cookie, mas magoa e não é pouco!

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Trabalho feito, apontamentos organizados, prendas das meninas compradas, postais escritos.
Agora vou pintar as unhas.

Quarta-feira costuma ser dia de Altar

mas hoje não. Cansaço e trabalhos a quanto obrigam e lá fico eu em casa. Razão para dizer "a minha vida é um lixo".
Como se não bastasse, queimei-me na mão. E sim, sou piegas e fiz uma fita desgraçada porque "ai dói tanto", "ai está vermelho".
Tenho o trabalho de Literatura Brasileira para redigir. Pensei perder a noite e fazê-lo, mas não me parece. O corpo está demasiado cansado! Do cérebro já nem falo... O que me vale é que estou quase quase de férias! Depois só ficam a faltar 3 exames e 1 trabalho e...espero ter um mês de descanso a partir de 18 de Janeiro! (Isso é que era!)
Ontem fui buscar bilhetes para o teatro. Não sei o motivo, mas o meu 2009 começou com teatro e vai findar com teatro. Domingo, eu e a Miss Bright Side estaremos no S. João ansiosas por ver Breve Sumário da História de Deus, de Gil Vicente.
Para terminar a semana em beleza, há jantar de meninas com troca de prendas (não sei porquê, mas acho que nos vamos rir muito!) e os anos do P.P. no Piolho.
E pronto, como objectivos para as férias, tenho leituras para pôr em dia, assim como séries e filmes. Isto está mesmo uma desgraça. Falta...tempo! E também me falta comprar as prendas de Natal. Belo.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Está um gelo lá fora. (Ah, grande novidade que estás a dar!) Adoro tirar as camisolas quentinhas das gavetas, calçar botas, usar casacos...Basicamente, gosto de parecer um urso polar: cachecol, luvas (que hoje falharam e tinham dado jeito para não chegar ao metro com a mão gelada por segurar na pasta); o gorro dispenso, prefiro um chapéu. E como o sol estava convidativo, os óculos, claro.
Mais uma vez, começo a semana cansada. Pelo menos é a última. De 6 trabalhos, 3 estão feitos; desses 3, 1 está entregue, outro apresentado e o que resta entrego amanhã. Quinta-feira enclausuro-me em casa a fazer um para entregar sexta. De facto, o tempo não chega. Tenho feito por esticar o meu. Não abdico de nada do que gosto por X ou Y que os outros considerem importante. Vou às aulinhas todas, às quartas-feiras é ver-me a dançar no Altar, volta e meia saio às quintas (VR, of course, e as suas noites académicas) não sem antes passar pelo Piolho e pelo Melo, que a receita ajuda a aquecer nas noites frias. O fim-de-semana é que tem sido mais parado, ou seja, há SÓ um cafézinho com amigos, um teatro (cinema é que era! Shame on you, Voluptia! A última vez que lá puseste os pezinhos foi na Semana da Queima - onde isso já vai!), um jantar aqui e ali, uma discotecazinha com as amigas. Mas, essencialmente, o me e u fim-de-semana é passado em compras, Hospital Central e E.R. no AXN e livros. Quando digo livros, já estou a englobar:
-fotocópias das 5 cadeiras;
-bibliografia das 5 cadeiras (é ver-me a consumir livrinhos!);
-trabalhos das 5 cadeiras;
-apresentação de uma delas (pensava eu que ia ser uma valente bosta e afinal safámo-nos bem!!);
-passar apontamentos das 5 cadeiras.
E ainda dar atenção à família (que se queixa cada vez mais!), à minha Minne (coisa ma linda, cutxi cutxi), aos amigos e às amigas; 'aturar' alguns cromos que me aparecem, livrar-me de assombrações e ainda, se me interessar, dar bola a uma alminha que me pareça menos má (sim, porque este mercado...haja saudinha!).
Dormir pouco, acordar cedo, aturar-me todo o santo dia. (Cansativaaaaa que eu sou!) E perguntar-me, por exemplo:
- Será, será que tens tempo pra ir 'bater perna no shopping'?
-Será, será que não está na altura de comprares as prendas de Natal?
-Será, será que não está na altura de escreveres os 8 cartões de Natal para 8 amigas fofinhas?
-Será que nao está na altura de começares a procurar outro ginásio? (Sim,vou ter de trocar. Motivo: incompatibilidade de horários. Damn it!)
-Será, será que não é hora de ler, guess what, A Hora da Estrela?
-Será, será que já puseste aí uma love story pra trás das costas?
-Será, será que deves falar com X e começar o ano sem ressentimentos, historinhas mal resolvidas?
(Desengane-se quem acha que eu vou acabar isto com a imitação do vídeo do youtube!)
Pois é, não sei. Pra já ficam as questões, as dúvidas. Pode ser que eu até sexta-feira me decida a responder a alguma...

domingo, 13 de dezembro de 2009

Update


Uma semaninha sem cá vir e as novidades na minha vida são mais que muitas. Como sempre, comecei a semana cansada...Deliciei-me muito a ver televisão deitadinha na cama (coisa que já não fazia há muito tempo), adormeci tarde, acordei cedo e toca a vestir de negro logo de manhã (Segunda-feira).


Nos dias seguintes, andei numa roda viva entre trabalhos para entregar, fotocópias para ler, pulseiras de discoteca para vender (que me fizeram mandar milhentas mensagens por dia), encontros com amigos, cafés e red bull.


Quinta-feira deprimi logo de manhã: cortei as pontas ao cabelinho super-hiper-mega lindo, sedoso e bem tratado... Mas, como eu penso sempre "Voluptia, é cabelo. Cresce." (E como me disseram que estava gira e tal até me senti melhor!)

Noite: jantar de curso e discoteca. Não quero comentar a quantidade de filmes porno que as pessoas fazem naquele sítio. É impressionante. Agora a sério, pessoas! Arranjem um quarto, um carro, casa de amigos, whatever.


Depois de 30 horas sem dormir, de ter ido a duas aulas e de ter tirado apontamentos, eis que finalmente consegui descansar...Dormi que me fartei...acordei e voltei à vida de sempre: estudo. Há teste na terça e um trabalho para fazer até sexta e o tempo escasseia. E pronto, é isto...

sábado, 5 de dezembro de 2009

O tempo é um cavalo de corridas

Já estamos em Dezembro. Nem dei pelo tempo passar. Livros e mais livros (acho que isto é o que está no número 1 da minha vida), apontamentos, cadernos, fotocópias, saídas com as amigas (e a J. que agora criou um álbum de hi5 que sugere que eu a levo pra borga? e esta, hem?), Piolho, discotecas. E vão começar os jantares de Natal. E as prendas. E eu só vou comprá-las dia 23. Shame on you, Voluptia! Não tenho nada pra ninguém! Aliás, tenho: postais para escrever às amigas.
As aulas estão quase no fim, 3 trabalhos já feitos. Faltam 3. Acho que despacho 1 e metade de outro este fim-de-semana.
Sinceramente, não me apetece fazer a listinha pra enviar ao Pai Natal, não me apetece fazer a árvore. Não me apetece nada.
Vem aí a Passagem de Ano e, consequentemente, para além de álcool no sangue, um único desejo que eu (ainda) me atrevo a formular.
Ai vida, vou ver é se entro em Christmas mood ou então a coisa está muito negra...!

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Eu, Voluptia, me confesso... #3

...hoje fui levar a minha tia às compras. Quando parámos no cafézinho ao lado do Modelo, pedi-lhe uma daquelas bolinhas que saem naquelas máquinas para as crianças. Agora tenho uma Kitty em miniatura tão cute!!
Pior foi que depois de mim foi lá uma criancinha de 3 anos buscar uma bola do Bob, O Construtor...

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Monólogos da Vagina

Ontem à noite fui ver esta peça. Já não ia ao teatro desde o início do ano e, curiosamente, parece que 2009 está a acabar como começou (a chuva do dia d' O Mercador de Veneza e o meu espírito pouco animado dispensam-se). As três actrizes são umas grandes senhoras. São bichos de palco. Se eu já gostava da São José Correia, então agora ainda gosto mais.
Expressão corporal fora de série, uma interpretação ainda melhor e um texto despudorado, sem preconceitos e que retrata verdadeiramente o universo feminino. Não é só uma peça para mulheres; é também para homens que querem conhecer (melhor) as mulheres e a relação que elas têm com o seu corpo.
Como pontos negativos, acho que há alguns pais que estão muito fora da graça do Senhor; não é texto nem lugar para criancinhas pequenas. Mais fora ainda está a senhora pacóvia que decidiu tirar fotos com flash a meio da peça. Mais uma vez, São José, no final, sai do palco e, em frente a toda a audiência, pede-lhe para apagar as fotografias que tirou pois, como ela disse muito bem, elas são actrizes e não bonecos. Aplauso de pé pra ela. Lá está a cultura do povinho. Tudo bem que toda a gente quer uma fotografia, mas não é permitido. Querem fotos vão à net que de certeza que há fotógrafos contratados para esse trabalho e que as expõem em sites de revistas, blogs, whatever. Já nem falo na falta de respeito que é para com as actrizes e para com o restante público.
PS: Adorei os modelitos! São José com uma criação de Dino Alves (apetecia-me despi-la e roubar-lhe o vestido!), Ana Brito e Cunha com uma dos StoryTailors (estou a ficar fã!) e Guida Maria num modelo de Nuno Baltazar muito discreto, apropriado e, acima de tudo, sensual (apesar de eu achar que fica melhor em mim do que nela. Sorry, Guida).

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Mais uma noite no Altar...

A Miss Bright Side escreveu que no Altar os contos de fadas se tornam realidade, mas esqueceu-se de dois detalhes. A saber:


1) os príncipes não são heróis: atiram pra todas as direcções onde estejam mulheres;

2)não, não temos ninguém em vista.


Ora bem, a noite foi consideravelmente melhor que a de há duas semanas. Ninguém nos disse que teve gosto nem prazer em conhecer-nos, o que, tendo em conta as circunstâncias, já foi uma grande coisa.


Álcool não entrou nestas veias. Antibiótico a isso obriga, por isso fiquei-me pelo Red Bull (o meu mais recente vício).

E sim, pode-se dizer que eu sou a menina da história dos ursos que bebe chá. Eu bebi chá no Altar de um rapazinho cujo nome não sei, mas que sei que é amigo de dois amigos nossos.

(E só por isto, mais um saco de lixo pra minha vida. )




Como eu vou a todas e elas vêm comigo, pra semana lá estaremos e e espero que a noite corra ainda melhor. Isto tem estado mau,minha gente, muito mau.
Ah, e para que conste, a J. atropelou o anão da vida da Miss Bright Side.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Divagando sobre...relações

O simples facto de eu me interessar por alguém não é fácil. O processo não implica que eu demore muito tempo, mas sim que haja um certo número de little things que considero essenciais num homem (e atenção que isto não me livra de me enganar como, in fact, já aconteceu) e que não vou explicitar agora. Isto significa que não me encanto com o primeiro par de calças que me aparece à frente, não tenho uma relação só porque sim e porque é giro dizer a toda a gente que tenho namorado (e "ai que lindo que ele é, este chuchu, esta couve-flor, este croquete de milho da cantina da faculdade"). A máxima sempre foi "antes só que mal acompanhada" e, acima de tudo, acho que uma relação é um complemento,não um motivo para sermos felizes, mas para sermos ainda mais felizes.
Ora há dias, em conversa com o P., ele dizia-me que eu estava muito exigente para os tempos que correm. E agora a dúvida é: demasiado exigente ou apenas selectiva?

domingo, 22 de novembro de 2009

Saga do dentista - o fim

E eis que já não tenho dentes do siso! Yupi!
Mas (e tinha de haver sempre algum) estou com umas dores horríveis que não me deixam comer. Está difícil,está...
O queridíssimo Doutor ainda brincou comigo "Pois...isto está difícil, vamos ter aqui muito trabalho". A minha cara de pânico fê-lo parar com a gracinha e eu descansei quando ele disse "Estou a brincar consigo, já está!"...
Quando entrei no metro...pensei que fosse acabar estatelada no chão. "Ai se eu desmaio aqui! Ninguém me conhece! O que é que me vai acontecer?". Por sorte aguentei-me bem e corri pra mamã pra ela me dar um comprimido.
Só que as dores eram tantas que de nada adiantou... (é a parte em que eu começo a maldizer a minha vida).
Fim-de-semana: acabei 1 de 6 trabalhos.
Hoje há festa e eu vou ter de levar livros e papéis atrás...!

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Eu, Voluptia, me confesso... #2

esta semana não fui boa pra mim própria:
a)não pus os pés no ginásio (amanhã compenso...);
b)não abri o vidro do carro todo e, como resultado, tenho uma pisadura do tamanho do mundo no braço;
c) adormeci no cadeirão e tenho dores nas costas (na horizontal).
Acho que só falta mesmo ir ao dentista para acabar a semana em beleza...

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Não, não estou grávida, mas...

apetece-me muito comer bacalhau com natas agora! Nhamy!

Mantinha, sofá, livros por toda a parte. Cházinho bem quentinho mais logo. Tenho uma aula pra passar, a única do dia. 4 folhas; 8 páginas. Amanhã serão mais 3.

Está um dia feio. Soube bem uma horinha na conversa para esquecer o frio e partilhar experiências. A chuva também soube, mas a conduzir é outra história. CREDO é o que tenho a dizer! Anda tudo louco na estrada! Esta gente deve ter impulsos suicidas! Andam todos com uma velocidade do caraças em sítios cheios de lençóis de água e com uma visibilidade reduzida!

Bem, voltando ao assunto, vou ter a bichinha enroscada nas minhas pernas. Anda estranha, a Minnie. Veio tipo sombra ter comigo, deitou-se no meio dos peluches (ela própria parecia um deles), quer festas e mais festas e brincar com o bebé dela.


Não tenho filhos, mas tenho uma cadela mimalha que só quer brincadeira e que reclama se não lhe dou atenção.


(Mr. V., é bom que apareças depressa...Não me apetece passar os dias a dar mimos à Minnie mesmo que ela seja a bichinha mais querida do mundo!)

domingo, 15 de novembro de 2009

It's raining, so I sing...

What the world needs now it's love, sweet love...

Discurso sem nexo

A menina está a ficar com soninho, tanto soninho. E enquanto tentava escrever "sono", saiu várias vezes "sonho". E por falar em sonho, com a chuvinha que está lá fora e o quentinho que está na cama, uma pessoa até pensa que seria bom ter alguém pra nos aquecer os pés. Se calhar até ver um filmezinho, rir ou ficar a conversar no escuro.
Yeah,right... vai mas é dormir, Voluptia, que o teu mal é sono!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

A minha vida são 2 sacos de lixo pestilentos

É facto que há noites que devemos esquecer. Eu prefiro só apagar aquela e lembrar-me da parte em que estivemos sentadinhas na conversa. Mal começou a música, é para apagar quem esteve, quem falou connosco, quem não falou, tudo e tudo.
A minha noite teve anões, punks a oferecer tampões, gajos estúpidos que acham que somos arrogantes porque não queremos nada com eles, gajos minimamente simpáticos ainda que não devam nada à beleza e do resto não falemos que já nem vale a pena.

Cena 1 da novela da minha vida

Punk: Dá-me um beijo na boca.
Voluptia: Baza daqui, deixa-me em paz.

Punk fica a ouvir a conversa das 3. Eu digo à Carol "mistura aqui isso" e Punk diz:
Eu é que me misturava contigo.


Lição 1 a reter: nunca mais sair só com amigas. Levar amigos que nos ajudem a manter estes idiotas longe de nós.



Cena 2 da novela

Miss Bright Side (para gajo giro): Desculpa, tens um cigarro?
Gajo Giro: Não, tem o meu amigo.

Note-se que o amigo era um anão que nos perguntou se queríamos que ele tomasse conta das malas. Óbvio que todas pensamos "Pois, estão à tua altura".
Lição 2 a reter: quando se pede cigarros ao gajo bonito, quem tem o maço é o anão.



Cena 3 da novela

Carol: Prazer
2º interveniente no diálogo: Prazer não; gosto, que nunca tivemos prazer juntos.
Carol: Não tivemos nem nunca vamos ter.

Lição 3 a reter: (não me pronuncio sobre a cena)



Pois bem, mais havia a contar. Confesso que foi uma noite bastante estranha a nível de ambiente e conversas e que fiquei sem saber o que pensar. Para além de notar que anda aí muito homem desesperado, que o assédio a mulheres minimamente giras e bem arranjadas é uma coisa completamente idiota, que há gente que não aceita bem um não e que acha que só por vir meter conversa tem acesso livre pra pensar que pode, quer e manda, fiquei a pensar que este mundo está quase perdido. Senhores que têm por hábito comportar-se assim: simpatia e saber conversar são pontos essenciais; não precisam de ser deuses gregos, ícones de beleza, basta serem educados e retirar-se quando for a altura.


Em relação ao resto (e aí sim a minha vida já não são 2 sacos de lixo, mas o lixo todo que houver na LIPOR), só tenho a dizer que não suporto homens com a mania que comem este mundo e o outro, que se armam em idiotas e que só pelo facto de os acharmos minimamente interessantes já são os galos da capoeira. É que isso corta-me logo o interesse todo.
E agora, se me permitem, bora lá deitar o lixo fora e começar de novo.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Leopoldina

Parece que a Leopoldina agora tem mamas, usa casaco de couro e eu nem sequer reparei. Há uns anos era uma bicha gorda, simpática e com uma cara decente. Hoje, tal como mudaram a cara das Barbies e dos Nenucos, que estão pavorosos (o meu Gonçalo e a Beatriz eram as coisinhas ma lindas que eu tinha - leia-se Nenucos gémeos com o carrinho todo fofinho em azul e rosa), mudaram a cara da Leopoldina e eu não gostei. Está com ar de quem foi fazer uma plástica, 3 liftings e que depois a penduraram pelas orelhas (se ela as tiver; senão penduraram-na por onde deu mais jeito). Portanto, é favor voltarem a trazer a Leopoldina com as feições antigas que eu não quero cá apanhar sustos ao vê-la.
E já agora, tapem a Popota. Aquilo é publicidade pra crianças e a bicha gorda, ainda que queridinha (eu gosto dela!), está destapada, usa sari, vestidinho amarelo todo fashion, abana-se que é uma coisa louca e faz uns passos que parecem uma espécie de kuduro.


(Este é, provavelmente, um dos post mais estúpidos que redigi até hoje. E sim, estou extremamente irritada.)

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Well, well... fim-de-semana produtivo. Depois de 5 estudos e meio (o resto fica para amanhã) de Menina e Moça, da própria Menina e Moça e de ter tido uma noite de sexta-feira passada entre "sementes femininas", úteros, fantasias eróticas, prostitutas, pecadoras, tentações e mulheres violadas, sobrevivi. Descansem que não fui ver nenhum filme porno. A questão prende-se com a concepção da mulher na Idade Média. E eu penso: "Prof., porquê eu? Há tanta gente na turma e logo eu tenho de ficar com o tema SEXO?!" É que todos os trabalhos que eu faço naquela faculdade metem a figura da mulher. Vejamos: figura da mãe na Eneida, a figura da mulher em Hesíodo (Pandora), as feiticeiras com grande apetite sexual n' O Físico Prodigioso mais as questões da virgindade e da pureza. Eu não digo que a minha vida é um lixo?????

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Fim-de-semana? Say what?

Pois é, minha gente, parece que não vou ter fim-de-semana. Se tinha um jantar para amanhã na casa da E. que se acabou de mudar? Tinha. Se tinha uma noitada pra curtir e dançar? Tinha. Pois tinha, mas agora não tenho! E com muita pena minha, tive de desmarcar tudo. E isto porque, para além dos 5 trabalhos que tenho pra fazer (não sei quando nem como!), terça-feira há teste sobre Menina e Moça. Infelizmente, vou a meio da segunda história (yeah, yeah, já devia ter lido e coiso, mas não há tempo pra tudo), tenho ainda 3 estudos pra ler e ainda que reler os apontamentos. Bem, não será muuuuuuuito complicado,mas a ver vamos. Por outro lado, pelo menos já encaminhei 2 trabalhos; o de História da Língua Portuguesa é que está difícil de começar (e de perceber, confesso!!).
Hard weekend, I suppose.



Acho que a única coisa que me vai animar (já que o lugar para Mr. V. ainda não está ocupado...) é ver lojinhas, comprar miminhos pra mim e para os belos e longos cabelos, ver e experimentar sapatinhos, andar à caça de livros... Se calhar, se a inspiração se apoderar, ir ao Speculum e actualizá-lo...

Ou quiçá ainda me acontece mais alguma coisa doida tipo sonhar outra vez com ratos e leões. Já disse que odeio leões? Tenho pânico, pavor, nojo. Só ao longe. Um dia destes explico o motivo de tanto ódio aos felinos. E já que se fala em ratos, segundo a Miss Bright Side, significa gravidez (WTF? Again?); e como uma vez ela sonhou com os mesmo bichos que eu e uma gravidez se confirmou dias depois, fico à espera que alguma amiga/conhecida/whatever me diga que está de esperanças. É que eu de certeza que não estou!

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Sou uma criminosa...

Tenho um [vestido] Adolfo Dominguez no armário por estrear.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Cerâmica

Os cacos da vida, colados, formam uma estranha xícara.
Sem uso,
ela nos espia do aparador.


Carlos Drummond de Andrade (Antologia Poética)

domingo, 1 de novembro de 2009

Ora é Faculdade com aulas e o que lhe está inerente, ora leio Luandino Vieira e Machado de Assis (acabei, hã?), ora leio estudos sobre retórica em Menina e Moça, estrutura da obra, género literário da obra, interpretações da obra e uma panóplia vasta de assuntos relacionados com isso. Ainda pra mais, preciso de fazer um trabalho sobre a mulher pecadora na Idade Média. Eu até estava inclinada em fazer sobre a moda, mas a Prof. decidiu presentear-me com isto e eu nada pude fazer. Avizinha-se uma noite a ler fotocópias e a colocar tópicos de análise em folhas, pesquisa de dados sobre o autor dos artigos; e ainda pretendo ler poesia de Carlos Drummond de Andrade e 2 textos sobre o latim vulgar e a história do mesmo e, se tiver tempo, acabar As Pupilas do Senhor Reitor, que comecei nas férias e não acabei. Ah...e isto tudo no meio de antibióticos e anti-inflamatórios que dão sono e moleza.
E ando assim com o bichinho de me meter na Baixa a fazer compras, coisa que vou adiando por falta de tempo. Mas lá conseguirei tirar um bocadinho e ver se compro alguma coisa para juntar à minha colecção... A menina está triste por causa do dentinho...e tem o direito de se animar, sim?

sábado, 31 de outubro de 2009

A saga do dentista continua

E lá vão 3. De cada vez que lá vou, a dor aumenta. Têm sido partos cada vez mais complicados. O primeiro foi um fofo, pra me enganar! Saiu direitinho, pouca dor e pouca anestesia. O segundo já precisou de mais corte e de pontos e foi um 31 pra poder comer, fazia-me impressão. O terceiro? Pra já, antibiótico durante uma semana (pelo menos ajuda-me a curar a constipação!), pontos, uns 10 minutos ou mais a tentar tirá-lo, gelo e uma bochecha inchada. Só a mim!
E de cada vez que penso que ainda falta tirar mais um...

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

sábado, 24 de outubro de 2009

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Destino continua a conspirar...

Tudo combinadinho para ir ao Altar outra vez esta noite e o S.Pedro troca-me as voltas com uma carga d'água dos diabos aqui na Invicta. E como se não bastasse, estou quase afónica. Chega o tempo mais frio e toma lá, Voluptia, uma dor de garganta. Este ano já foram 2 faringites. Espero bem que não venha aí a terceira porque senão vai ser lindo ver-me a articular o [r]!
Como diria a C., "mas eu fiz-te mal, S. Pedro? Fiz?"

domingo, 18 de outubro de 2009

Dias de festa


Vida académica que se preze tem de ter música pimba! E onde é que eu fui na quarta-feira? Ao Altar. Não pensem os ainda crentes que me casei; nada disso! Por sugestão da C. lá fomos nós para Cedofeita e descobrimos a Noite do Emigrante, a sangria mágica, o EU VOU A TODAS, a música da Romana para a Miss Bright Side...

Vida académica que se preze mete festas académicas às quintas-feiras. E eu estive lá a dançar a noite toda, a rir, a beber uns copos, a reparar que afinal o "ah e tal, já não quero saber de ti" não é bem verdade e que ainda (pasme-se!) mexo com as pessoas, a encontrar a S. e a S. que lá foram parar sem eu saber!

Vida académica que se preze no Porto mete Piolho. E como eu sou muito bem comportada e gosto de cumprir a tradição, estive lá na sexta-feira a festejar o aniversário do R., que recebeu umas belas cuecas comestíveis!

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Momentos WTF

Eis que, depois de 3 semanas sem ir ao ginásio, me decido a pôr lá os pés hoje. "Ah e tal, vou à aula de step das 19.30h..."! Era o ias! Depois de ter vencido a minha preguiça e o (mais que muito) cansaço e de ter levantado o rabo do sofá, pego na chave, vou para o carro, ponho a chave na ignição e WTF?! Fiquei sem bateria. Isto, queridos, é o destino a conspirar contra mim! E lá veio o Zé pôr-me uma nova, arranjou tudo, o fofinho já está direitinho. Escusado dizer que perdi o step.

domingo, 11 de outubro de 2009

Momentos OMG

Ir a churrascos de outras faculdades e ouvir funk brasileiro põe-me a acordar ao domingo de manhã e a rir-me (com gosto!) ao lembrar-me de uma das músicas. E agora ao ver o vídeo que se segue, lembrei-me que muito boa gente podia começar a praticar esta dança...!


sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Senhor (palerma, idiota, ingénuo, desventurado) coração,

mas isto é assim? Basta eu arranjar uma vida para o senhor se pôr aí PUM PUM PUM tipo teenager inconsciente? Mas isto agora é assim?
Tenho a dizer que me parece que não aprendeu nada nos últimos tempos! Diga lá aqui à sua amiga qual é o jeito que tem andar aí a bater descompassado, a pregar-me sustos e a colorir-me as maçãs do rosto! Mas vamos ter de nos chatear? Veja lá se é preciso! É que tenho a dizer que ultimamente aprendi umas técnicas de karaté e não me custa nada, eu própria, dar-lhe dois ou três murros onde lhe dói mais pra ver se volta a entrar na linha e a não enviar pensamentos demasiado *lamechas* ao meu cérebro. Está avisado. Alguma coisa que lhe aconteça é responsabilidade sua e depois não venha chorar no meu ombro que não o consolo. Deixo-o a chorar desalmada e loucamente como costuma fazer e garanto-lhe que dessa vez não me vai deixar olheiras nem olhos inchados.
Muito boa noite, durma sossegadinho e porte-se bem.


A sempre (racional???? e) querida,


Voluptia

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Buddha Club, Póvoa do Varzim


Tentámos combinar milhões de vezes.Sábado, sem que nada o previsse, combinámos ir ao Buddha na véspera de feriado. It was a good good night!


sábado, 3 de outubro de 2009

Dormi 11 horas seguidas, acordei e reparei que deixei o MSN ligado a noite toda e que o quarto estava cheio de papéis pelo chão (os que ficaram em cima da cama quando eu adormeci e que, entretanto, pontapeei durante a noite). Já passei as aulas atrasadas e organizei uma das capas. Falta mandar encadernar antologias de poesia trovadoresca e textos de apoio e organizar outro dossier.
E falta ler. Muito. Vou hibernar. E se calhar convenço a minha mãe a ir às compras. Fazem-me falta umas botas...

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Imaginem...

uma pessoa que só consegue comer do lado direito, que sente os pontos no dente, que tem dores nos pés e que de manhã, quando está a escolher o que calçar, pensa "Não vou de salto que vou ficar com os pés a arder" (algo inédito na vida desta pessoa!); uma pessoa que demora 30 minutos a comer uma taça de cereais, que está cheia de sono, que tem milhares de coisas para ler, mais umas quantas aulas pra passar a limpo, que finalmente pintou as unhas, respondeu a mensagens de há dias, arrumou o quarto, usou óculos de sol. Imaginem uma pessoa que de tão cansada troca o dia de tomar comprimidos e demora cerca de 2 minutos a raciocinar sobre a sua própria vida, que fica horas ao telefone a tratar de assuntos sérios e a "bater papo" com as amigas...


Guilty.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Why meeeeeeee?

Lembram-se da visitinha ao dentista? Pois é, voltei lá hoje perfeitamente convencida que ia ser tudo maravilhoso. Contudo, o senhor espetou-me umas 4 ou 5 vezes pra me anestesiar e no fim deu-me pontos! Estou cheia de dores. Estava na Avenida, efeito a passar e eu só queria que a minha mãezinha chegasse pra me dar comprimidos.
E como hoje e amanhã de manhã há mais tempo, a queridíssima Voluptia vai actualizar a agenda, passar aulas e acabar de ler O Alienista, de Machado de Assis. Continuarei ainda na onda machadiana com a leitura de Memórias Póstumas de Brás Cubas e depois mudo-me para a literatura africana: Luuanda, de Luandino Vieira, claro está! E pra já é isto!

[Se alguém quiser dores de dentes, dificuldade em comer e em articular alguns sons é favor dizer que eu dou de bom grado, sim?]

domingo, 27 de setembro de 2009

Ironia do destino

Depois de tudo acabar e de nos verem espectacularmente bem, dizem-nos que nunca estivemos tão bonitas, que estão com saudades, que somos as mulheres das vidas deles, que bla bla bla whiskas saquetas...
Agora?
Menino, quem te trouxe que te leve!

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Afinal tenho vida. E estou feliz. Vinha no carro a cantar uma música do Ne-yo (LOL) que não sei como se chama, mas que agrada sempre ouvir. E a sensação de conduzir e cantar aos altos berros na auto-estrada é espectacular. Hoje sim, apesar do cansaço e das dores, a alma está preenchida. E, como em todos os momentos como os de hoje, mais uma vez na escuridão da noite ecoou o verso "Mas há sempre uma candeia dentro da própria desgraça"... E nunca fez tanto sentido.
Vem aí um fim-de-semana e eu amanhã dou mais detalhes da minha vidinha corriqueira e espectacular e cheia de gente fantástica (ok, alguma nem tanto assim) que me faz muito bem e adoro adoro adoro com A de andor!

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Chaos

A minha vida está assim. Se nas próximas 48horas não der sinal de vida é porque deixei de ter vida própria.

domingo, 20 de setembro de 2009

Dúvida das 3 da manhã

Eu não gosto de pijamas. Eu ODEIO pijamas. E a questão põe-se: o que é que eu vou vestir pra dormir? O meu problema é não gostar de dormir de calças. Não me sinto à vontade; aquilo é muito largo. Vai daí, depois de remexer nas gavetas, decidi dar uso às leggins de leopardo que estavam arrumadas pra canto (a minha mãe, num acto de loucura, decidiu oferecer-mas no meu 11º ano...) e, pelo menos durante o sono, a menina aqui vai-se sentir uma tigresa.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Summer is gone

Cá em casa já cheira a geleia e a marmelada. Sempre foi o momento que assinala o fim do Verão e o início do Outono. Quando estiver quase pronta, vou lá tirar um bocadinho com o dedo e sentir aquele sabor. Já passou uma semana.Azáfama, livros pra ler e pra comprar, arroz em diferente estado, a correria na Baixa pra encontrar o livro de que preciso, acordar mais cedo, atravessar a Rotunda.
Já há folhas castanhas e a estalar pra eu pisar. Ontem era ver-me toda contente na Rotunda da Boavista e escolhê-las a dedo!
Nesta altura, simultaneamente entro em stress e estou calma. Avizinham-se dias compridos e dolorosos (ai os meus pés...!), mas, por outro lado, que representam mais um passo, mais uma aprendizagem.
No domínio coração, vou muito bem, obrigada! Em paz, tranquila... O Outono é mesmo a minha época. A minha vida muda sempre nesta altura. Mudou em 2005, mudou em 2007,mudou em 2008 e este ano não é excepção. O final do Verão traz-me sempre algo de bom para começar Setembro.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Setembro

Começam as aulas amanhã e quase já cheira a Outono. Não tarda e os vendedores de castanhas estão na rua. Tenho saudades de comer as castanhas compradas na rua e que vêm no cartucho feito de jornal. De dar mais uma volta só pra pisar as folhinhas já castanhas e ouvi-las estalar.
Setembro. Setembro. O ansiado Setembro. O Setembro que nos traz um friozinho na barriga, uma adrenalina sem igual. E traz saudades e o retomar de velhos hábitos. Um dia destes vem aí um dia de chuva e eu vou lembrar-me que precisamente no Outono de 2008, no meio de uma tempestade na Avenida, em Gaia, eu parecia a única pessoa feliz por o vento soprar e por a chuva cair.
Setembro traz arroz, traz rotina, novas pessoas, traz trabalho, traz um cheiro que ainda não adoptei como meu e um tecido ao qual o meu corpo não se habituou. Setembro traz cafés de máquina de Faculdade que eu tomo quando não estou bem. E botas e meias. Setembro traz lembranças e também traz força e o conseguir olhar pra trás sem me arrepender.
Setembro traz material escolar e idas com as primas ver cadernos, capas e canetas. Setembro traz o entardecer mais frio, mas também surpreende e aconchega o calor só pra matar saudades.
Hoje o Verão despediu-se e eu estava numa festa. Levei um "vestido de Setembro", o sol não estava a escaldar, mas a acariciar o rosto de todos nós. O Veuve Cliquot foi perfeito para brindar ao final do Verão e à chegada de Setembro. E eu dei por mim a pensar que realmente já estava a sentir falta de um Setembro.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

10.8.2009



Comecei bem o dia. Parti uma taça e nem 8 da manhã eram. Voltei a adormecer depois de tomar o pequeno-almoço e sou presenteada com dois sonhos espectaculares:



1) Estava com a minha mãe no carro e por culpa de um condutor maçarico, ela bateu por trás. O homem sai do carro (era um avec), começa a discutir e a falar alto bem ao seu estilo (leia-se estilo avec), eu também saio e digo "Vous ne savez pas conduire". Vai daí, o dito avec saca de uma navalha e dá-me 3 facadas no pescoço. E depois desmaiei no meio da estrada.




2) Festa com pessoal da faculdade, eu a arranjar as sobrancelhas a uma personagem que por lá pára debaixo de um cobertor e com a minha mãe ao lado. (LOL)





Pois bem, como se já não bastasse isto, o meu telemóvel resolveu dar o berro de vez. Perdi mensagens e só não perdi números porque os gravei no cartão e, como este ficou com a memória cheia, tive de passar o resto pra uma folha. Foi directo para o cemitério de telemóveis. Antes dessa conclusão brilhante, chamadazinha para o Apoio ao Cliente (e mais uma vez passa a chamada pra 500 sítios diferentes), "ah e tal, vá à loja da Vodafone". Lá fui eu e "Menina, está avariado. É software".




Finalmente cheguei a casa depois de horas sem comer, voltei a sair e fui comprar o meu novo amorzinho. Ia trazer um cor-de-rosinha muito engraçadinho, mas estava difícil abri-lo. Por isso, veio o LG Cookie muito fofo e querido que me vai acompanhar nos próximos tempos.




À noite, outra surpresa: café com o pessoal do Secundário. Uma ex-colega de turma (20/21 anos) está CASADA e tem um FILHO de 8 MESES! E dizia a T.: "Ai, o meu instinto maternal despertou! Já disse à minha mãe que quero um bebé". E do outro lado eu "Nos próximos 10 anos não! Ainda tenho muita coisa pra fazer". Mas verdade seja dita, apesar de o pequenote Rúben quase me ter arrancado uma orelha pra brincar com o meu brinco, é um amor!

Noooooooooooooooooooooooo

Shit, shit, shit! Fiquei sem telemóvel. Montanhas de mensagens aqui e aquela merda daquela caixa de entrada não abre. Não envia mensagens, o menino Motorola v 1075. Está muito bom! Não, não está! Eu estou FOD*** e muito. Parece que vou ter de enterrar esta criatura e substituí-la por outra mais gira e menos irritante. E COMPETENTE! E mais! Perdi as minhas mensagens todas, para além de não saber quem me enviou as últimas. Nota-se bem que o meu dia vai ser espectacular.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Voluptia: O que é que eu respondo? (Sinto-me uma adolescente!!!)
R.: "Faz-me um filho". Desculpa, não arranjei nada melhor!

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

I can't wait for the weekend to begin

Pois, já é segunda-feira (noooooo, última semana de férias!) e só agora é que eu consegui vir cá escrever alguma coisa de jeito sobre o meu fim-de-semana. Esqueçam lá sábado e domingo (sleeping) e concentrem-se em sexta-feira! Depois de um regresso à Faculdade com a habitual ida à secretaria e a demora (damn it! Aquele pessoal é tão incompetente...), fui às compras. Já não ia há algum tempo e confesso que me soube muito bem olhar para um vestidinho e dizer-lhe " Tu vais ser meu". E assim foi. Ele assentou que nem uma luva e, tal casal apaixonado (no início da relação, clarooo), lá viemos os dois pelos corredores quase de mão dada e a trocar juras de amor eterno!
Depois, à noite, a S. e a R. conveceram-me a ir à Torreira...Jantámos as 3, rimos imenso, conversámos, dançámos a noite toda na praia...Uma noite de surpresas muito agradáveis, uma companhia espectacular (Adoro adoro adoro com A de andor- para quem perguntou, o "andor" não é de "andor daqui pra fora", mas sim o andor que transporta os santos nas procissões, etc).
E para terminar, deixo uma das frases com mais piada da noite e que foi dita pela queridíssima xuxuzíssima R. à minha igualmente queridíssima pessoa: "Foge Maria Madalena, que os Jesus Cristos não te largam!".

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

A minha aliada...

L'oreal Studio Line Hot Volum ajuda imenso a encaracolar o cabelo! Love it!

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Eu, Voluptia...

a) já tenho consulta marcada no dentista!! Weeeee (os dentinhos ouviram falar nisso e deixaram de doer, mas não escapam ao olhar do Sr. Dr.!);
b) dia 1 de Setembro (ontem!) já estava de volta ao ginásio! Recuperei muito bem do meu joelho e já posso fazer tudo! Amanhã há mais!;
c)lavei o meu carro hoje. Da próxima levo-o à bomba de gasolina e a máquina que lave;
d)marquei uma massagem que me vai saber pela vida;
e)já perdi 2 kg com a minha dieta!
f)presenciei o Sócrates a acabar com uma "relação".Passo a explicar: o P. disse-me "acho que vou deixar de falar contigo. Falamos pro mês que vem". Eu, parva da minha vida, perguntei-lhe o motivo de tal afirmação, ao que ele me responde "Por causa da nossa conversa de ontem", que consiste apenas em eu dizer que não ia votar no Sócrates e ele achar que eu não tinha razão e que não sabia explicar porquê, mesmo após eu ter falado em desemprego, políticas de educação e de saúde (e foram estas as que me ocorreram na altura. Ah...e a famosa licenciatura!). E pronto, não sei se o P. vai voltar a falar comigo e a culpa é do Sócrates! (LOL, é o que tenho a dizer!);
g)don't know why, but I'm happy with my life!

domingo, 30 de agosto de 2009

Voluptia no dentista

Pois é, esse senhor vai receber uma visitinha minha muito em breve (Pleaseeee, amanhã,amanhã!)! Não é comum ficar contente por me arrastar de casa pra ir ao consultório do dentista, mas o meu dente do siso dói-me e acho que está na altura de o arrancar! Se isso acontecer, que desmaie antes de levar a anestesia! Só de pensar naquela agulha! Altura pra dizer: EU QUERO A MINHA MÃE!

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

E eis que...

...estou de dieta. Pois é,meus queridos, 3 meses sem ginásio, muitas sessões de bronzeamento na praia apenas a "virar o frango" e o incumprimento de algumas regras de alimentação dão nisto! O estrago não foi grande! Ainda não é desta que vocês, criaturas invejosas, me vêem por aí a rebolar. Isso são outros quinhentos paus (e não têm nada a ver com a minha forma física!). Right...continuando, são apenas uns 5kg pra perder e 1 já lá vai! Começou segunda-feira e, como eu ainda não sou maluca, não há cá nada de dietas loucas. Comer em condições (coisinhas saudáveis, portanto!), várias vezes ao dia e beber muita água (isso é que é chato, já que passo a vida com vontade de fazer chichi).
Contudo, enquanto saboreava o meu bife de peru grelhado com esparguete e salada ao jantar, na minha mente formava-se a imagem de uma picanha com arroz, feijão preto, batata e banana frita...E logo a seguir uma tarte de maracujá... Mas pronto, é tudo uma questão de hábito e daqui a uns dias estas calorias a mais vão-se embora, o ginásio volta (e apenas porque o meu joelho já se voltou a acostumar a executar na perfeição todos os movimentos que 3 semanas de perna esticada o impediram de realizar) e volta o stress da vida académica e tudo e tudo!
Eu vou dando notícias desta minha jornada que até nem se tem revelado muuuito penosa!

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

What the hell?

Pois bem,queridos e queridas, hoje descobri que sou ainda mais "prendada" do que aquilo que achava. Pelo que consta, tenho jeito para apertar parafusos, meter prateleira aqui e ali e, no final, ter um belo móvel montado e giro que se farta! E a verdade é que cada vez mais as mulheres precisam menos de um homem para executar estas tarefas! Era ver-me a apertar parafusos como se tivesse feito aquilo a vida toda! Oh oh!!

domingo, 23 de agosto de 2009

Falou bem sim senhora!

Someone said: Eu preciso de amor pra viver.
Mary Anne: Olha, eu preciso é de oxigénio.


É por estas e por outras que eu cada vez mais gosto desta miúda! Modéstia à parte, está parecida comigo! Eh eh eh! Elas são novinhas, mas às vezes acertam...!

sábado, 22 de agosto de 2009

That's it...

Depois de uma semana negra, cansativa, chorosa, stressante e whatever posso finalmente retomar as férias e tentar descansar para o próximo ano que está quase quase a chegar.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Pronto...

o twitter apanhou-me nas suas terríveis malhas. Pra quem quiser: http://twitter.com/voluptia !

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Avozinha dixit...

"Filha, vê lá se começas a ter um bocado mais de ronha."

Não discuto. Ela manda e eu faço!

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Só a mim...

Sonhei outra vez que estava grávida e que a criança nascia em Dezembro. (Not true!)

Uma moeda tem sempre duas faces

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Adoro psicologia feminina! ADORO ADORO ADORO (com A de andor!)

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

E esta, hein?

Magoamos as pessoas. Faz parte da condição de sermos humanos, é a nossa natureza. Até aí tudo bem. Podemos magoar alguém involuntariamente, completamente sem intenção ou magoar porque nos apetece. Podemos pedir desculpa sem precisar de dizer a palavra, podemos mostrar arrependimento por causa do que fizemos. Foi coisa que eu não vi na conversa de alguém. Chamemos-lhe X. O X devia ter-se mostrado arrependido pelo que me fez passar: não tinha necessidade de me mentir, podia ter esclarecido as coisas logo desde início; eu não precisava de ouvir duas versões diferentes da mesma história. O X diz "não te tiro a razão" (e nem podia!). O X é o tipo de gajo que "gosta" de uma numa semana, na semana seguinte, com expressão de cachorrinho abandonado diz "oh, mas eu desde que me interessei por ti só estive com ela uma vez!" e na outra volta pra ex-namorada.
Sinceramente nem foi isso que me incomodou. Aos 20 anos pode-se esperar o quê da maioria dos rapazes (usar a palavra "homens" não ficava bem aqui...)? É perfeitamente natural que existam estas trocas e baldrocas! Se não viverem agora vão viver quando? Ou então ficam uns tapadinhos que encornam mulheres e namoradas a torto e direito. Contudo, a minha avozinha e a minha mãezinha sempre me ensinaram que carácter é uma coisa que se deve ter, que é da própria pessoa e que quem não o tem não vale nada. E ao X está-lhe precisamente a faltar isso, o que o levaria a assumir os erros e a, pelo menos, tentar desculpar-se.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Oh não! Outra vez não!

Que eu era dada a sonhar com gravidezes já todo o mundo sabe, mas agora que as gravidezes vinham até mim já é uma novidade. Vejamos: estava eu a tentar escolher melões no supermercado quando reparo que o telemóvel tocou; vejo a mensagem e leio: "olá amiga, o teu bebé já nasceu? tá tudo bem?". Como diz a Cathy Oh, o meu destino é mesmo ser mãe. Pronto, venham eles/as (mas daqui a uns anitos...!)!

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Sol? Sol? Oh Sol...

Oh Sol, vê lá se apareces que eu hoje à tarde quero ir à praia. Depois de trocas e baldrocas no "leva-me aqui" e depois "ah e tal afinal é ali" para no fim vir a Chefona (a.k.a. MUM) dizer que "afinal é assim, assim e assim", 'tá-se bem! Continuo a querer ir à praia e adorava adorava adorava (com A de andor) que o amarelinho espreitasse e que o tempo aquecesse um bocadinho. É que eu também sou filha de Deus, e depois de tanto tempo de clausura voluntária (preguiçosa...) queria imenso sair um bocadinho e alapar o rabo no areal das Sereias e ter um Gato Bronzeado que me espalhasse protector solar nas costas (ok, já é abusar da sorte!)!
Depois dessa possível sessão (weeeee, o solzinho está a espreitar!), à noite vou até à Viagem Medieval pela segunda vez este ano. Acho que vai ser uma noite engraçada...!

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Chama-se arrancar o mal pela raiz

Gosto da metáfora do cesto de laranjas. Se há uma podre, o melhor é tirá-la de imediato antes que contagie as outras. E é isso que tento sempre fazer na minha vida. Neste momento, eu sou a laranja a retirar do cesto. Não vou a jogo desta vez. Engraçado...o ser humano. Pensamos que ultrapassamos as coisas, andamos cheios de energia, a dizer que aprendemos lições, que vamos tentar não cair no mesmo erro. Condenamos os outros, damos conselhos. Pensamos na nossa vida e, de repente, acontece qualquer coisa que não nos está directamente ligada e PUUFFF! Aquela fortaleza que éramos rui completamente. Não resta pedra sobre pedra, e rapidamente nos apercebemos que afinal ainda sofremos pelas coisas que nos aconteceram no passado, que apenas guardámos sem esquecer e que, quando outras coisas surgem, vem o medo de voltar a errar, de voltar a sofrer. Há muito tempo que decidi não voltar a sofrer por estupidez. Sofrimento não se pode evitar, mas pode ser minimizado. Foi isso que escolhi pra mim. Mas vêm sempre os idiotas do Tempo e do Destino trocar-me as voltas e fazer-me ver que afinal ainda estou demasiado magoada e que há feridas que não saram nem sequer pra deixar cicatriz (nem que fosse uma como a do joelho, que se trata com Nívea, que se aperta com um joelho elástico e que depois nem se nota).

The right thing to do

Tenho pensado muito. Se calhar de mais. Tomei uma decisão com a intenção de a levar até ao fim e desisti a meio. [Quando a cabeça não tem juizo...] Mas agora voltei a tomar a mesma decisão. E sim, é pra levar até ao fim. Se calhar neste momento não é o que eu quero, mas o que tenho de fazer antes que alguém se magoe, sabendo que no final de contas eu é que me vou magoar. [Mania de pensar nos outros. Volta, faceta de cabra egoísta.] E vou dar a justificação mais simples (Porque eu não quero.), correndo o risco de não estar a dizer verdade, mas sabendo que é the right thing to do. My life's a mess right now. Desconfio que a altura não seja a mais indicada para decidir alguma coisa, mas o tempo não espera que as minhas hormonas se decidam equilibrar.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

TPM ataca em força

Mau humor. Bom humor. Riso e choro. ( Até com o CSI NY!) Muita vontade de devorar chocolates. Não está fácil, não!

domingo, 2 de agosto de 2009

Será que temos a capacidade de mudar ou apenas mantemos o que somos preso e controlado dentro de nós?

quinta-feira, 30 de julho de 2009

De volta!






Depois de 8 dias de muita diversão, calor, praia, noite, conversas de mulheres e bolas de Berlim, eis que a Voluptia está de volta!



Na bagagem, para além de coisinhas que comprei lá pra mim, trouxe imensas recordações: o PÉÉÉÉÉÉÉÉÉ da S. (que acabou por trazer o próprio péééééé!), o "adoro - com A de andor" ou "o M de militar", o "vou despedir o Manel! Levou-nos o Iate!", o "oca-oca", a noite do filme de terror, o riso da E., o "ah! ah! ah! ah! Já usavas desodorizante" da V., os risos por tudo e por nada, os mergulhos nocturnos naquela água fantástica, a inauguração do Faces Beach Club, a minha pedra (ah ah ah!), os bikinis, o sal, as sombras, batons, o cheiro dos cremes after sun, os protectores solares, as minhas lides de enfermeira na esperança que o sol não atingisse a minha cicatriz no joelho... O Crepúsculo e a correria para ir comprar o Lua Nova e o Amanhecer, a frase do "Pareço uma leoa, mas sem a juba, que as leoas não têm juba!"; o karaoke e A Agulha e o Dedal com a frase "Esta agora ainda foi pior, paizinho" e as gargalhadas delas a ouvir-me cantar!



"O que vivi ninguém me tira."
(Não me contes o fim, Rita Ferro)

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Fériaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaas

Custou, mas chegou!! O gang e a Senhora Bezana (se não ficar na paragem!) vão para o Algarve daqui a pouco. Foi um castigo para enfiar tudo na mala, mas fechou!
A minha pele precisa de sol, o corpinho de calor e banhos de mar. A vida social precisa de animação algarvia. Vai ser uma semana em grande com a R., a S.,a V. e a E..!
Porque eu mereço.
See you later, alligator!!

Só me faltava mais esta!

Há dias o meu amigo J. mandou-me uma mensagem a perguntar se lhe podia dar explicações para se preparar para um exame e eu acedi ao pedido. Lá chegou o dia e eu lá fui. A meio da dita olho para o telemóvel e vejo que tenho uma mensagem... Vai daí abro-o e vi que era do J. Enganou-se e em vez de a enviar pra namorada mandou pra mim. Pelo menos não era nada de mais picante; só aquelas coisas que pessoas que namoram há um mês dizem (o auge do romantismo da relação). Digo-lhe que se enganou e ele responde-me "Pois, bem me parecia! Senão ela já tinha respondido. Sabes, ela é muito ciumenta e eu não lhe disse que eras tu que me vinhas dar explicação. Mas como a minha vizinha já nos viu, logo vou-lhe contar".
E para acabar o meu dia, mais uma situação caricata. Chamemos-lhe JMP. O JMP diz-me "vou estudar, até logo". Respondo "vai, vai! até depois". E ele, com grande lata diz:
JMP
k desprezo :
Voluptia diz:
*entao, vais estudar
*queres que diga o quê?!
*LOL
JMP diz:
*uma promessa para o futuro x]
*k m adoras e que queres casar cmg
*xD
Voluptia diz:
*LOL Isso é a coisa mais utópica que já ouvi nos últimos tempos
*mas a seguir a Portugal sair da crise

Eu realmente devo ter atirado muitas pedras na cruz... Ninguém merece!

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Voluptia, gaja,


já contas 19! (Medo!)

Por isso, desejo-te:

-muita saúdinha

-que saia toda a ruindade

-que as Melissas cheguem depressa do Brasil

-que as tuas unhas cresçam depressa

-que chovam ***** como diz a C.

-que não apanhes H1N1

-que faças as coisas usando mais de um minuto (Dizem que a pressa é inimiga da perfeição!)

-e quando me lembrar do resto digo-te!



Bem, agora a sério, hoje conto 19 primaveras (?expressão horrível que vem naquele tipo de revistas com nomes de mulheres), interrompi este post pra ir almoçar e agora retomei-o com uma quantidade de álcool no sangue que não permite pegar no carro. E depois a minha tia ofereceu-me uma garrafa de whisky.

Sinceramente, desejo que seja mais um ano repleto de coisas boas e de força para vencer as más e que eu seja uma pessoa coerente dentro do possível. E já agora que a minha colecção de sapatos aumente. E que o Algarve seja do caraças. E que chova muito na alma pra molhar o corpo. E que eu durma o que conseguir, que saia, que dance, que ria, que (re)aprenda a chorar, que escreva, que chame "Liiiiiiiiiiiiindoooooo" à Minnie, que chateie a minha mãe e avózinha, que o meu joelho fique sexy, que o meu telemóvel não dê o berro, que os amigos preencham a minha vida como o têm feito, que beba Favaítos e Vinho do Porto e também uma amêndoa amarga, que continue aos berros a cantar "Ai Rapaz", dos Deolinda, que vá alapar o rabo na praia o resto do Verão, que fique morenaça e, por amor de Deus, que aprenda que um relógio:
a)precisa de pilha pra funcionar;
b)serve para ver as horas e não para enfeitar o pulso.
Ah! E já agora que me lembre de comprar pilhas pra eles, já que nenhum tem!


Parabéns, gaja! Hoje é o teu dia! AH AH AH Daqui a 50 anos vais ter rugas e pés de galinha e vão-se lembrar que te tiravam fotos e que fazias sempre pose!


(Ok, o Lambrusco subiu depressa. Vou arranjar o cabelo.)


E obrigada às meninas pela Agulha, Carolino e Basmati, que são as minhas novas peixinhas!

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Damn!

Eu ia dizer um palavrão, mas enfim... Hoje acordei com a Rute Marlene a cantar aquela coisa que dizem que é uma música e que fala de piscas pra esquerda e pra direita. Fiquei lixada! Duas horas de sono do dia anterior, cansada de tudo e mais alguma coisa e ligam a porcaria do altifalante às 11 da manhã. E mais, virado pro meu quarto em casa da avó! E eu pergunto: e se tivesse de estudar? Com certeza iria para o exame escrever "No Renascimento eles olham pra direita e pisca, pisca porque é um período ligado à recriação dos modelos antigos que olham para a esquerda e pisca pisca..."! Basicamente escreveria estas barbaridades já que aquela merda fica todo o dia ligada. Depois deu a música dos Dez Mandamentos. Diz que a menina é religiosa e queria um homem amigo, carinhoso e sei lá mais o quê. Acho que não chegou a dizer quais os ditos do 7º ao 10º. Raio das festas populares!

segunda-feira, 13 de julho de 2009

You can't always get what you want

Tempo de decisões. Hoje tomei uma. Não tinha de a ter tomado hoje. Mas mais tarde ou mais cedo ela chegaria. Pra quê adiar? Arrastar e arrastar e meter-me novamente (ou enrolar-me mais no novelo) noutra... I don't think so. Gosto demasiado de mim. Tento satisfazer os meus desejos. Já foi tempo de pensar mais noutras pessoas, colocar aquilo que quero em segundo plano para agradar a alguém, para fazer alguém feliz (utopia!) e, no final de contas, sair sempre a perder. Se, neste momento da minha vida, alguém ficar a perder com uma decisão minha, eu não me vou importar. He can't always get what he wants. Eu não vou perder o meu tempo outra vez. Já foi tempo de o perder. Ainda pra mais a chorar pelos cantos. Pouca coisa me faz chorar agora. Os filmes da TV comovem-me mais do que coisas da minha própria vida.
Já fui tanta coisa. Talvez ainda o seja, ou então essa tanta coisa está apenas escondida debaixo de uma pedra chamada coração. Parecendo que não, as patadas vão doendo e vão-se acumulando. E eis que chego ao ponto de ser uma grande egoísta, uma grande cabra se tiver de ser. Já não custa. I can't always get what I want.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Verão 2009


É meu, é giro que se farta e vai passear pro Algarve daqui a quase duas semanas.
É claro que só podia ser da Blanco!

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Insólito

E não é que hoje bato com as costas na parede e o meu soutien se desaperta sozinho?
Deve ser bruxedo. Mas do bom!

terça-feira, 7 de julho de 2009

Voluptia, a manager

Queridos e queridas que visitam este cantinho na blogosfera plantado, a minha amiga E. pediu-me para vos dizer que se quiserem adquirir estas peças giríssimas é só entrarem em contacto para o email sine-tempore@hotmail.com e saberão todos os pormenores. Parece que ela não tem só jeito pras Ciências; deu-lhe pra arte também!




segunda-feira, 6 de julho de 2009

Cá se fazem, cá se pagam! #1

Sábado de arrumações. Quarto da avó.

Voluptia: Ó vó, deita esse candeeiro ao lixo! Ai, é mesmo horrível!
Avó: Não deito nada! Ainda vai fazer jeito! Deixa lá o candeeiro em paz!

E eu deixei aquele candeeiro horroroso fazer parte da mobília cá de casa! (MEDO)


Segunda-feira às 5 da manhã. Voluptia apercebe-se que ficou sem candeeiro no quarto. E lá vai ela numa missão quase impossível.
Plano A: Encontrar lâmpadas
Plano B: Encontrar outro candeeiro


Contudo, falharam os dois. E o que é que eu fiz? Tive de ir buscar o candeeiro horroroso da avó e aprender que, mais uma vez, é melhor estar caladinha não vá eu precisar das coisas. Mesmo que seja um candeeiro cor-de-rosa claro. Horroroso. E com flores. Ainda pra mais sensível ao toque: um na base e acende; outro e dá mais luz; ao terceiro apaga-se. Bah!

Proposal (Proposta Indecente)

-Did I ever tell you I love you?
-No...
-But I do.
-Still?
-Always...

quinta-feira, 2 de julho de 2009

It starts now!

Ontem fiz o último exame. Estou de férias (pelo menos até sair a nota!). Dava-me imenso jeito passar. É que não queria mesmo ter de repetir esse exame que dá pelo nome de Metodologia dos Estudos Literários II no dia em que deprimo porque faço anos.
Agora é que eu não vou parar em casa:
3/7- Faculdade & Compras na Baixa
4/7 - Permanece uma incógnita, mas eu sei que vou sair (ou não)
5/7- Aniversário do Chiquinho
Depois disso: praia até não poder mais, livros, filmes e séries até não poder mais, mesmo correndo o risco de ouvir a minha avozinha a chamar-me sádica porque vejo o Dr. House, o E.R., o Flashpoint, o Prison Break, o Dead Zone, Mentes Criminosas, CSI, Hamburgo 112 e etc.
Para além da esplanada do Antero e da Praia das Sereias com a R., tenho um aniversário para preparar e outros 300 para estar presente! Ah...eu até nem gosto disso nem nada...
De 21 a 28, meus queridíssimos xuxus, estarei com o meu rabo sentado no Sul do país a apanhar sol e a comer bolas de berlim (só uma ou duas, vá!)! E pronto, isto é a minha vida (pelo menos pra já)!

domingo, 28 de junho de 2009

Top 10 das pessoas que me irritam na Sociedade

1º lugar - Cristiano Ronaldo e Luciana Abreu (ex aequo)
2º lugar - Luís Filipe Vieira
3º lugar - Valentim Loureiro
4º lugar - Robert Mugabe
5º lugar - Ana Malhoa
6º lugar - Lindsay Lohan
7º lugar - José Castelo Branco
8º lugar -Kate Moss
9º lugar- os "pseudo-actores" da morangada da TVI
10º lugar- os "pseudo-actores" da rebeldia da SIC


E já chega de ódios de estimação por hoje!

sábado, 27 de junho de 2009

Insólito(s)

Como já se sabe, a Voluptia foi submetida a uma cirurgia ao joelho direito há quase um mês. Agora já consegue andar mais ou menos, mas ainda tem um penso no joelho. Jeans muito raramente veste porque apertam e, para realizar os movimentos já de si extremamente complicados (!), usa vestidos (giríssimos). O pior é que o penso se vê e vai daí ouve coisas bastante engraçadas:
Senhor da Livraria da Faculdade: "Ó menina, foi no hóquei?"
(Sim, ela até jogo hóquei e tudo. Logo ela, a pessoa que gosta apenas de ginásio, badminton e andebol e que, por acaso, não tem aspecto de rude nem de trambolho.)
D.: "Já te disse que tens de começar por posições mais simples. Começas logo com essas posições esquisitas e depois acontecem-te essas coisas."
(Só podia ser o D. a dizer isto...!)
Filha da senhora que estava internada no hospital comigo: "A minha mãe disse-me que foi acidente."
(Uma pessoa realmente só é operada porque tem acidentes de carro - era o sentido que ela queria dar.)
Senhor da Faculdade (cuja função que desempenha não faz a menor ideia): "A menina teve um acidente?"
(Pronto, lá estão eles a insistir nos acidentes...!)

Madame Bovary, de Gustave Flaubert e O Primo Basílio, de Eça de Queirós

Envolvente. Impossível parar de ler. Emma com o viúvo Charles Bovary, um médico da província. A vida de ambos não é feliz, pelo menos pra ela. Charles faz tudo para agradar à esposa, mas esta mostra-se sempre insatisfeita, quer viver num ambiente de luxo e ostentação. Madame Bovary trai o marido; procura a paixão, algo que a faça renascer, emocionar. Contudo, tudo termina com a sua morte, a descoberta da traição, a morte do próprio Charles e a desgraça da filha de ambos, Berthe. Ler este romance foi uma experiência agradável, mas senti algo que nunca havia sentido por uma personagem: Emma, a Madame Bovary, é uma mulher que me irrita profundamente. Chegou uma altura em que só me apetecia abanar aquela mulher tão iludida com príncipes encantados e uma vida sem complicações e feliz. É, indubitavelmente, uma contradição. Queria sorver as palavras todas e chegar ao fim da obra para saber o que iria acontecer àquela mulher que se embrulhava nas suas próprias mentiras para não ser descoberta e, simultaneamente, detestava-a devido à sua atitude e maneira de encarar as coisas.


Por outro lado, li também O Primo Basílio, de Eça de Queirós, e, apesar de também na obra se contar a história de uma traição, por Luísa senti solidariedade, pena até. Contudo também ela mentia, enganava o marido fiel e dedicado. Pobre mulher ameaçada por uma criada oportunista e falsa que se apoderou das cartas e bilhetes trocados entre os amantes para chantagear a sua senhora! Talvez Luísa fosse mais pura do que Emma, talvez fosse uma mulher menos atormentada, ainda que as duas tenham perseguido uma paixão. A diferença está no facto de o romance de Luísa e do seu primo ter começado na adolescência e ter algumas raízes ao contrário do de Emma e dos seus amantes; a semelhança entre as duas personagens consiste na descoberta da traição e na morte. Para além da intriga principal, é delicioso ler as discussões intermináveis de Julião com diversas personagens da burguesia; é ainda melhor ler as conversas entre as figuras femininas, retratando a sociedade da época e, ao mesmo tempo, focando temas intemporais.


É sempre um prazer ler Eça!



quinta-feira, 25 de junho de 2009

O passarinho cantou...às 3 da madrugada!

Cantou...a bem dizer...ainda não cantou que eu ainda nem sequer fui pra cama. Estive até agora a fazer o trabalho de Literários; em vez de escolher uma coisa mais simples, não! Ah teimosa! Depois queixa-te de cansaço! Como se não bastasse, a estas lindas horas, ainda fui escrever uma carta de motivação. E como acho que sou maluca, depois de devorar Madame Bovary, de Gustave Flaubert e O Primo Basílio, de Eça de Queirós em 3 noites, ainda vou ler O Gebo e a Sombra, de Raúl Brandão. Quando tiver mais um tempinho, relato aqui a experiência de ler estes romances...

terça-feira, 23 de junho de 2009

São João, São João, dá cá um balão para eu brincaaaar!

S.João na Invicta, teste de Linguística às 18horas, sair da Faculdade às 19.30 e...casa! Este ano lá vai ter a Voluptia de passar a noite em casa a fazer o trabalho de Literários... Pois, não convém estragar óptimo trabalho no meu joelho e levar com encontrões, pontapés, o alho-porro horroroso que há dois anos me deixou enjoada (tanto parolo a dar-me com aquela porra no nariz! Irra!) e o cheiro a sardinha! Pronto, já não vou beber uns copos ao Piolho nem dançar ao som do Juan Magan, mas vale a pena! Eu quero um joelho bem bonito e perfeitinho para o Verano!!

terça-feira, 16 de junho de 2009

Toma e embrulha!

"Apaixonar-se é apagar as lamparinas do cérebro."

Eu não podia estar mais de acordo. Vem aquela fase aérea em que os pensamentos voam, o risinho estúpido sempre na cara, o arzinho feliz e aluado, as decisões tomadas na loucura do momento e que, geralmente, dão pro torto. Ainda bem que as minhas "lamparinas" têm azeite suficiente para eu não me apaixonar nos próximos tempos!

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Summer 2009 - II





Garanto que os meus pezinhos não se importam nada de calçar estes sapatos maravilhosos durante o Verão. Da Blanco.


quinta-feira, 11 de junho de 2009

Summer 2009




Um deles vai ser meu. Todos da Blanco.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

"Sem erros a mensagem passa melhor!"


E não é que os senhores do Rotary Club de Lamego se lembraram de pôr lá na cidade uma placa com uma mensagem de preservação ambiental toda "pipi" que só está bem escrita em português? A mensagem era "Preserve o planeta Terra".




Versão inglesa daqueles génios: Preserve planet HEART.



Ora, eu na escola aprendi: Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Neptuno, Plutão (ainda não tinha sido despromovido, coitadito!) Planeta CORAÇÃO não conheço... Deve ser novo.



Versão francesa: Preservé la planet terre


Senhores: ou préserve ou préservez... Agora aquilo não! E já agora podiam ter ido ao dicionário (um daqueles bilingues de bolso deve ter e não custa! Até numa ida ao Continente podiam ter consultado!) e saberiam que se escreve "planète".




Versão espanhola: Preserve el planete tierre
Diz-se "tierra"...
E desculpam-se os responsáveis a dizer algo como "o mais importante é a mensagem!" Eu até acho que o propósito é maravilhoso, mas erros ortográficos é que não! Tenho alergia! E das graves! Bora lá corrigir isso, pá!








sábado, 6 de junho de 2009

She's back

Mais uns 15 dias e o meu joelho fica outra vez sexy! :)
Estou fina (ok, algumas dores...), andar de canadianas não é propriamente o sonho da minha vida, mas ajuda bastante (apesar de só andar a 10Km/h...), a minha mobilidade está extremamente reduzida, tenho exame segunda-feira e sim, eu estudei Cultura Portuguesa da Época dos Descobrimentos no Hospital. Só não sei é como, já que sono é coisa que tenho pra dar e vender...

terça-feira, 2 de junho de 2009

I - As coisas que se passam na Faculdade são sinistras

Imaginem que conhecem A e B que, por acaso, têm uma relação. A é muito simpática quando precisa de:
a)livros emprestados;
b)apontamentos;
c)que lhe assinem aulas;
d)quando é para pedir alguma coisa.

Quando não precisa, A vira a cara às pessoas, não cumprimenta e está constantemente no comilanço com B em tudo quanto é sítio. Só que, por incrível que pareça, A dirige-se às pessoas e diz "ah e tal, agora é assim? Não conheces ninguém?"; ainda mais incrível, depois de se fartar de arranjar desculpas para estar com B e faltar às aulas (ai pessoas, não é mais fácil admitir o que já toda a gente entendeu: "Não quero ir à aula chatíssima porque quero estar com B e depois vou tentar chular-vos para me emprestarem os apontamentos.") ainda vem pedir os apontamentos.
Eh pá, a única coisa que me mexe com os nervos é falta de educação e criticar os outros sem "olhar por si abaixo" como diz o povo.

domingo, 31 de maio de 2009

Para mais tarde recordar

Alguém, por favor, que me lembre de não misturar rum de laranja, vinho branco, sangria, coca-cola e champagne. Isto está mau, muito mau!

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Uma agradável surpresa

Fica aqui um beijinho para o P. e a A. que foram pais da Beatriz! Eu nem sequer sabia que ele ia ser pai e recebi uma mensagem com a novidade! Um beijinho para a mais nova 'dragona' que se apressou para vir festejar o tetra!

sábado, 23 de maio de 2009

Valha-me Santa Engrácia que ele está revoltado!

Ora parece-me que o meu querido Hermes (lembram-se dele?) está revoltado. Depois das suas manigâncias para engatar raparigas utilizando o mesmo modus operandi, depois de ser o príncipe perfeito, o namorado exemplar, quiçá um Júpiter ou um Apolo, o Hermes, penso eu, está revoltado! Ao que parece eu fui a única das EX a ser eliminada daquela instituição cheia de mulherio que é o MSN dele. O Hermes, que traiu a Voluptia, está revoltado! O Hermes, que só ouviu da Voluptia "Oh Hermezinho, a mamã não te ensinou que não se fazem coisas más às pessoas ?", está revoltado! Ok, também ouviu outras coisas, mas com muito nível que descer do meu salto...jamais!
E agora pensam vocês: "Mas por que raio fala ela do Hermes agora, em Maio de 2009?". Eu já ultrapassei a criatura há muito tempo; mas isto dá-me pra rir! Eu já sabia que não tinha sido a primeira a cair no conto do vigário e é claro que não vou ser a última! Consta-me que há mais um caso de hermezite aguda!
Pro Hermes só desejo uma coisa: Olha, filhote, haja saudinha que bem precisas!
(Eu sou mesmo má pessoa! Muito má pessoa!)

terça-feira, 19 de maio de 2009

Pensamento do dia...

Quando um não quer...dois não fazem!

domingo, 17 de maio de 2009

Rescaldo do aniversário da R.

Mesa redonda. Receita. R,S,V,V,E. Discoteca. Um-quase-desmaio. Dança. "Sex symbol". "Ah toura!". "Isto é que é uma mulher". "Ir ao msn ao domingo de manhã diz muito sobre a vida social de uma pessoa". 7 da manhã. SMS. Dormir.



No dia seguinte...


a)Fígado? Onde?
b)Dormir? Onde?
c)Comer? Mais?
O meu fígado destruído, um dia inteiro de má disposição e a minha mãe e avó deram-me "cocktails" para acabar com o que ainda restou dele. Nunca me dizem "Come", mas hoje quiseram que eu "enfardasse" tudo aquilo que me deixa enjoada.
Enfim, 8 ou 80...

sábado, 16 de maio de 2009

Oh yes it's ladies night!

A R. fez anos dia 8. A R. comemora o aniversário. A R. não me vai deixar sair do restaurante sem, pelo menos 3 copos de sangria e/ou receita. A R. é uma das minhas grandes amigas. A R. merece que eu esteja lá hoje e que lhe dedique o brinde "A nós, a eles e a nós por cima deles". A R. foi à manicure (eu não!). A R. vai estar super gira (e ainda mais depois de beber um copito!).
A Voluptia vai ao jantar da R. A Voluptia vai à discoteca (Oh não, já não sei o que isso é!). A Voluptia vai beber 3 copitos de receita e/ou sangria. A Voluptia vai brindar. A Voluptia vai ter uma "bela noche", como diz a R. A Voluptia vai-se divertir muito. A Voluptia vai contar piadas estúpidas. A Voluptia, a R. e a S... Oh meu Deus! É desta que vai tudo abaixo!!


Have a nice evening! I'll have a muy bela noche!