quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Passagem de Ano

E para finalizar este belíssimo ano... "Se não quiseres aparecer bêbeda em casa dormes na minha". Não vou dizer a quem se dirigiu esta frase, como é óbvio!
A todos um ano 2009 em grande!

Último dia do ano...

Previsões para Caranguejo - JN 31 Dezembro

"Momento de lidar com situações de mais romantismo e diversão na vida a dois. As conquistas e declarações devem beneficiar os solteiros."
Quando se acaba o ano assim já nem se pede mais nada!


A todos um óptimo 2009!

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

E no fim do ano...

« ...e pagas as favas
eu digo:"-enfim,ó meu rapazinho
sou tão má pra ti!
[Deolinda-Fado Toninho]
There's only two types of guys out there: ones that can hang with me, and ones that are scared.
So baby, I hope that you came prepared. I run a tight ship, so beware.

sábado, 27 de dezembro de 2008

Hi, Barbie! Hi, Ken!





Isto é tudo culpa da minha prima Mary Anne, que, no dia de Natal, me põe a ouvir Aqua e Vengaboys!
[Era ver-nos a cantar "You can touuuuuch, you can plaaaaay if you say I'm always youuurs! WOW I'm a Barbie girl in a barbie world...]

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

All I want for Christmas is youuu

Ainda venho a tempo de desejar um Feliz Natal cheio de alegria, paz, amor e muitas prendinhas (que são tão boas de receber!).


Foi tão bom ver o sorriso de satisfação da minha prima

quando viu que a prenda era da Hello Kitty...

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Ho Ho Ho

Feliz Natal!
Muitas prendinhas, bolo-rei, pão-de-ló, sonhos, nozes, bacalhau, peru, estrelinhas, bolinhas, anjinhos e pinheirinhos!
E, sobretudo, que os momentos com aqueles de quem gostamos sejam valorizados e saboreados!

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Hit the road, Jack...

O título não tem muita relação com o que vou escrever,mas tinha a música na cabeça e apeteceu-me "cantablogá-la"!

Isto de ser mulher ao volante tem as suas vantagens! Há tempos, em conversa com a minha caríssima, dizia-me ela que, sendo mulher, os homens a deixavam passar nos cruzamentos, que a deixavam entrar na via principal e que ainda sorriam...
Eu, com duas semanas de carta, hoje constatei isso mesmo! Ia a sair do estacionamento da CGD e depois do pisca para a direita, espero que uma alminha caridosa me deixe passar para seguir a minha direcção... Um moço bem jeitoso na casa dos 20 deu-me sinal de luzes, deixou-me passar e sorriu! Eu retribuí o sorriso e agradeci o gesto; logo de seguida lembrei-me da caríssima e da nossa conversa!

Num cruzamento, a situação repete-se... Assim, está mais que provado que ser mulher e estar ao volante provoca a simpatia do sexo masculino! Que seja sempre assim!

domingo, 21 de dezembro de 2008

Ainda o café junto...

A propósito do café junto escreveu Goldenlight:

"Ora bem, penso que não há nada mais a dizer, não é comunidade feminina? Todas nós sabemos que quando eles querem café não é de certeza para nos contarem que a mãezinha lhes ofereceu um par de meias no Natal passado. É mesmo para entornar o café... Ahahahahah"

domingo, 14 de dezembro de 2008

Querido Pai Natal,

eu sei que tu nesta altura tens imenso trabalho a comprar os presentes da criançada toda, mas, se não for pedir muito, tira uma meia-horinha para mim e satisfaz os meus pequenos caprichos! Ei-los:





-A viagem do Elefante, José Saramago
-História da Literatura Grega, Albin Lesky
-Paideia, Werner Jaeger


ou




e

Rélógio Swatch (que me anda a namorar há muito tempo) e um anelzinho CK!

Pronto, Pai Natal, não pedi muito! Se puderes deixar-me isto debaixo da árvore eu agradeço!
E sim, sempre que pude, fui uma menina muuuuuuuito bem comportada!

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Alívio

A alínea correcta foi a B! Oficialmente sou uma condutora. Depois de muitos nervos e de um quase-ataque-de-choro estou aqui felicíssima e de chaves do carro na mão! :)

Para além disso, descobri a quem saio...Mas isso fica para um próximo post!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Impasse

Dentro de 12 horas:
A)Estou excessivamente frustrada
B)Estou exultante de felicidade



Depois anuncio o resultado! Wish me luck!

Acabou-se a minha paz...

Quando eu penso que finalmente a novela mexicana em que a minha vida se transformou está prestes a chegar ao fim, chega o Argumentista e altera o guião. Entrou nova personagem. As relações estabelecidas entre as personagens não estão muito claras neste momento...! Que seja o que Deus quiser...

sábado, 6 de dezembro de 2008

Vénus & Marte

Vénus e Marte...que é como quem diz "Mulheres e Homens"! Desde há sensivelmente dois anos que a minha personalidade e maneira de estar em relação ao elemento masculino tem mudado. Olhando para o que eu era e para o que sou, noto uma diferença enorme.
Vejamos o seguinte - até 2007, eu (ainda) acreditava:
-em Sapos que se transformam em Príncipes Encantados;
-em homens-heróis, aqueles que estão lá quando é preciso;
-que o romance e a doçura do início das relações estaria sempre presente;
-que ia casar (devia estar louca ou andava a comer gato por lebre!) com o 1º namorado que tivesse;
-que as relações, mesmo que não fossem eternas, seriam para sempre guardadas num baú pequenininho que temos dentro do coração;
-que não podia haver amor sem sexo e que era impensável que tal acontecesse;
-que era impossível esquecer a pessoa por quem, um dia, nos apaixonámos.
Depois de 2007 e até à actualidade:
-não há Príncipes, só Sapos (e daqueles que passam o dia todo a fazer FROG FROG e a comer moscas);
-nenhuma relação é eterna;
-os homens são cobardes e não gostam de dizer a verdade;
-as mulheres são chatas até dizer chega: fazem trinta por uma linha até saturarem o moço;
-com os homens (aqueles seres fofos e pouco confusos) há uma maneira simples de agir e que não lhes dá um grande nó no cérebro: "Queres, queres; não queres vai-te embora";
-no início da relação é só mensagens, emails, frases fofinhas; depois isso passa e o "meu chuchu", "meu bolinho de bacalhau" esfuma-se no ar;
-há sexo sem amor;
-aprendi a diferenciar amor de paixão/desejo/atracção - estes estão todos no mesmo saco;
-tive o meu 1º namorado (o Hermes) e felizmente que o mandei dar uma volta.
Contudo, em relação a essa personagem caricata da minha vida (a.k.a. novela mexicana interminável), há algo que se destaca: se, por um lado, foi uma das grandes desilusões que tive, por outro foi o melhor que me podia ter acontecido pelo simples facto de ter aberto o olho, de ter deixado de idealizar cenários românticos em que os Príncipes são maravilhosos e de ter encarado a vida de uma outra maneira. Pés bem assentes no chão, cabeça a raciocinar.

E igualmente importante: nada disto me tornou amarga, insensível, frustrada. Apenas forte e a aprender a encarar a vida de uma forma mais leve, mais relaxada. E tendo a certeza que se hoje chove, amanhã o sol está aí à espreita e estás nas minhas mãos absorver essa energia.


Se era tímida? Demasiado. Agora? Igualmente, mas muito menos. Com muito mais "lata" (diferente de vergonha na cara) e a abominar comportamentos de mulherzinhas frágeis e que querem que os palermas (os homens!) andem atrás delas com paninhos quentes. Isso não acontece. Cada um tem o seu jogo.

Exemplo: Marte tenta conquistar Vénus. Ao início estabelece vários contactos interplanetários; consegue permissão para visitar o planeta e acha que já é facto adquirido. Vénus, atraída, ainda volta à comunicação, mas Marte "não está nem aí". "Pois bem, pensa Vénus, mandei-te uma sms interplanetária ontem e anteontem. Hoje é a tua vez, Marte fofo. Mandas,óptimo; não mandas, não sou eu que vou mandar! Quando te lembrares, a rede intergaláctica está activa".

Ensaio Sobre a Cegueira

Vi o filme uns dias depois da estreia. Gostei. Mas não há nada como o talento de Saramago e o prazer de ler um bom livro (ainda mais chocante do que na película cinematográfica, descrições impressionantes, maravilhosas) e de imaginar, colocar a caixinha mágicas das ideias a funcionar, a idealizar cenários, personagens, sentir as emoções que só a mente nos oferece!

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Foi tão bom chegar a casa e ver umas chaves pousadas em cima da mesa e um carrinho na garagem...

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

"Há quanto tempo não te arde o coração?"
[Fazes-me Falta, Inês Pedrosa]

Um toque de maldade

video

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Pontos nos i's

A M. decidiu que deixou de tolerar os restos de comida que sobrou para deixar em banho maria e exige distância mínima de segurança. É assim mesmo que se começa Dezembro até porque estamos a caminho de começar um ano novo e precisamos de mudança.
Bom feriado.